HOME
Mapa do site

MEU CARO LINS

CARTAS DE OLÍVIO MONTENEGRO

Projeto ATELIÊ DE JOSÉ LINS DO REGO

Série: Correspondência passiva - Subsérie: Cartas de Olívio Montenegro - Código do projeto: AJLR - Código dos documentos: CP-OM

Epígrafe e Agradecimentos - Textos introdutórios - Outros catálogos

CONVENÇÃO

Abreviaturas

Ass. - assinatura
Aut. - autógrafo
dat. - datilografado
dez. - dezembro
Doe. - documento
fev. - fevereiro
jan. - janeiro
JLR - José Lins do Rego
jul. - julho
jun. - junho
mar. - março
Ms./ ms. - manuscrito
p. - página (s)
s. d. - sem data
S. l/ s. 1. - sem local

Outros sinais

[ ] - indicação de dado interpretado por não estar registrado no documento
[?] - informação registrada no doeu
mento, mas de forma incompleta
(sic) - assim - registramos conforme o documento

Atualizamos a ortografia (como em Nazaré da Mata), exceto na transcrição das marcas gráficas do suporte (como em Gymnasio Pernambucano)

Nº e Descrição do documento
 
1 - S. 1., s. d. Aut., ms., 4 p. Ass. Olívio. Doc. incompleto.

Informa recente visita à Paraíba. Trata do empréstimo de livros entre o remetente e o destinatário. Afirma estar em Nazaré [da Mata]. Alude ao rompimento de relações entre JLR e Adhemar. Lamenta a vida de solidão.

2 - S. 1., s. d. Aut., ms., 3 p. Ass. Olívio.

Comenta uma carta de JLR, que lhe faz observações sobre sua maneira "literária", aproveitando para criticar o livro Pequena história da literatura, de Ronald de Carvalho. Apresenta reflexões sobre sua vida no Recife e refere-se a livro de Jacques Rivière, como seu estimulante espiritual.

3 - [Nazaré da Mata] s. d. Aut., ms., 3 p. Ass. Olívio.
OBRA

Alude a artigo de JLR sobre pintura paraibana e à reação de Labeira às criticas feitas. Informa chegada de remessa de livros, muitos comprados por Gilberto Freyre. Comunica visita de O. Carrilhos.

4 - S. 1., s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.

Trata de assuntos pessoais.Fala na remessa do livro Politique religieuse.
Filigrana.

5 - [Nazaré da Mata] s. d. Ms., l p. Doc. incompleto.

Comenta seu retorno a Nazaré, finda a licença, e sua difícil adaptação ao lugar. Fala sobre o trabalho de Gilberto Freyre sobre o livro do Centenário.
Filigrana.

6 - S. 1., s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.

Informa sobre as cirurgias que enfrentou. Refere-se à política na Paraíba com certa dose de otimismo. Elogia livro sobre Madame Pompadour. Comenta assuntos pessoais.
Filigrana.

7 - S. l., s. d. Aut., ms., 3 p. Ass. Olívio.

Informa que está lendo um estudo sobre Dickens, elogiando-o. Tece comentários positivos a respeito de Machado de Assis, Raul Pompéia, Feijó e Joaquim Nabuco. Faz severas críticas a Graça Aranha e a Sílvio Romero. Trata de assuntos pessoais diversos.

8 - [Recife] s. d. Aut., ms., 4 p. Ass. Ollvío.

Critica a medicina local. Comunica que esteve em Bananeiras e depois na Paraíba, achando-a, social e politicamente, miserável. Avisa que tem lido alguma coisa, para evitar a "ação imbecilizadora" que o meio judiciário provoca. Trata de assuntos pessoais.
Filigrana.

9 - [Floresta] s. d. Aut., ms., 3 p. Ass. Olívio.
OBRA

Trata de assuntos pessoais diversos. Comenta a dificuldade em adquirir livros estrangeiros, tendo em vista os obstáculos da alfândega. Trata de artigos de JLR e de Gilberto Freyre, saídos no Diário de Pernambuco.
Filigrana.

10 - S. 1., s. d. Aut., ms., 4 p. Ass. Olívio.
OBRA

Fala das novidades políticas da Paraíba. Comenta artigo de JLR publicado na Era Nova e aconselha-o a transcrevê-lo em jornais de mais leitura.
Post scriptum.
Filigrana.

11 - S. 1., s. d. Aut., ms., 3 p. Ass. Olívio.
OBRA

Comenta notas de JLR, publicadas em jornal de Alagoas, sobre A. Moreyra e sobre a poesia de Ronald [de Carvalho]. Critica a afetação literária dos modernos. Condena a prolixidade e a retórica de certos trechos de JLR. Trata de assuntos pessoais e das novidades políticas paraibanas. Manifesta desejo de passar o Natal em Maceió.

12 - S. 1., s. d. Aut., ms., 4 p. Ass. Olívio.

Trata de publicações suas e de amigos, como Gilberto Freyre. Refere-se à aquisição de obras estrangeiras. Pergunta por José Américo.

13 - S. 1., s. d. Aut., ms., l p. Ass. Olívio.

Critica livro de Oliveira Lima (História da civilização). Refere-se a complicações políticas na Paraíba, aludindo à amizade de João Suassuna com Luís Lyra.

14 - S. 1., s. d. Aut., ms., l p. Ass. Olívio.
VIDA

Avisa envio de um artigo seu, publicado no Diário [?]. Indaga sobre o sucesso profissional de JLR, em Manhuassu. Lamenta a ausência de amigos, como Gilberto Freyre, então nos Estados Unidos.
Post scriptum.

15 - S. 1., s. d. Aut., ms., 4 p. Ass. Olívio.

Fala de contatos com Jorge [de Lima]. Disserta sobre mudanças nos costumes populares e nas paisagens paraibanas.

16 - S. 1., s. d. Aut., ms., 5 p. Ass. Olívio.
OBRA

Diz estar com vontade de ler artigo de JLR no Jornal de Alagoas, pedindo ao amigo um exemplar do periódico. Comenta leitura recente. Trata de assuntos diversos.
Filigrana.

17 - S. 1., s. d. Aut., ms., 3 p. Ass. Olívio.
VIDA

Faz comentários sobre "a vontade de escrever", tanto a sua como a de JLR. Critica JLR pela intenção de deixar o emprego. Fala da instabilidade política do momento e faz referências positivas à "força" de Mussolini.
Filigrana.

18 - S. 1., s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.

Informa sobre futura viagem de Gilberto Freyre ao Rio de Janeiro e sobre a criação de uma revista de estudos sociais, dirigida .pelo sociólogo pernambucano. Alude a elogios recebidos de JLR, a propósito de escrito seu.

19 - Olinda, mar. 1927. Aut., ms., l p. Ass. Olívio. Doc. incompleto.

Diz que sua ambição é ter JLR entre meia dúzia de bons
autores. Trata de assuntos pessoais.
Filigrana.

20 - S. 1., 3 maio 1927. Aut., ms., 3 p. Ass. Olívio.

Comunica sua ida à Paraíba. Comenta a falta de patriotismo dos brasileiros. Elogia livro de James Joyce que está lendo. Informa sobre ensaio de sua autoria acerca de S. Francisco de Assis, de Chesterton.
Filigrana.

21 - S. 1., 1927. Aut., ms., 3 p. Ass. Olívio.

Fala de seu interesse em reunir as melhores crónicas de Gilberto Freyre em um livro. Comunica futuro envio de cópia de um ensaio de sua própria autoria sobre S. Francisco de Assis, de Chesterton. Trata de assuntos diversos.

22 - [Recife, 1927] Aut., ms., 3 p. Ass. Olívio.

Comunica recebimento de livros e revistas devolvidos por JLR. Critica a vida e o marasmo do Recife. Fala de assuntos pessoais diversos. Informa iminente nomeação de Gilberto Freyre para diretor de A Província.
Filigrana.

23 - S. 1., s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olivio.

Trata de problemas relativos a sua saúde e à de sua esposa. Avisa ter aceito convite de Gilberto Freyre para ser secretário de A Província.
Post scriptum.

24 - S. 1., s. d. Aut., ms., 3 p. Ass. Olívio.

Comenta briga de JLR com dr. Lobão, sobre a poesia de A. de Oliveira. Avisa que leu a História da música brasileira, de Renato de Almeida, achando péssima. Elogia o discurso de entrada na ABL de Olegário Mariano. Informa nomes dos examinadores do concurso do qual vai participar.

25 - [Recife] s. d. Aut., ms., 3 p. Ass. Olívio.

Fala sobre costumes dos paraibanos e dos pernambucanos, quanto a movimentos políticos. Avisa recebimento de números antigos de A União. Critica Mário de Andrade e Mário Pedrosa. Alude ao concurso a que se submeterá.

26 - S. 1., s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olivio.

Comunica recebimento de livro. Fala do concurso que prestará, dizendo contar com o conforto da presença de JLR. Pede que não se esqueça dos ensaios que lhe emprestou.

27 - S. 1., s. d. Aut., ms., 6 p. Ass. Olívio.

Diz estar firme na ideia de submeter-se a concurso, e que mandará imprimir as "Teses". Dá notícias de Gilberto Freyre. Trata de assuntos diversos.

28 - S. l./ s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.
Fala do concurso que prestará na semana seguinte. Informa que Gilberto Freyre aguarda Menendez Pelayo. Cobra de JLR alguns ensaios. Trata de assuntos pessoais.

29 - S. 1., s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.

Divaga sobre crises pessoais. Fala do concurso para o magistério. Afirma ter recebido carta insultuosa de José Campello.
Filigrana.

30 - S. 1., s. d. Aut., ms., 3 p. Ass. Olivio.
OBRA

Comunica estar lendo tradução de S. Francisco de Assis, de Chesterton. Elogia notas de JLR sobre as "Teses". Afirma ter deixado artigo de JLR sobre livro de "Assis" em mão de Gilberto Freyre. Comenta os hábitos de leitura dos recifenses e os livros disponíveis nas livrarias. Informa provável data de realização do concurso e o número de candidatos.

31 - S. 1., s. d. Ms., l p. Doc. incompleto.
VIDA

Avisa que pretende passar férias na Paraíba, após ter feito concurso. Alude a desavenças entre JLR e o jornal A Tribuna. Faz comentários pessoais, revelando interesses religiosos.
Filigrana

32 - [Recife] s. d. Aut.., ms. , 2 p. Ass. Olívio.
OBRA

Comunica adiamento do concurso. Avisa que leu o artigo de JLR sobre M. Bandeira e que também fez um artigo sobre o mesmo, para ser publicado na Revista do Norte. Comenta leituras recentemente realizadas. Diz que, quando tiver notícias, avisará a data do concurso. Pede o Jornal de Alagoas.

33 - [Recife] s. d. Aut., ms., 3 p. Ass. Olívio.
OBRA

Comenta artigo de JLR acerca de Jorge de Lima e fala sobre o ensaio que está escrevendo sobre São Francisco de Assis, de Chesterton. Diz para não deixar de publicar nota sobre Gilberto Freyre. Critica as livrarias locais, tecendo comentários negativos a respeito da "literatura estrangeira" oferecida pelas mesmas.

34 - S. 1., s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.

Queixa-se do adiamento do concurso a que se submeteria. Informa sobre trabalhos enviados a JLR, tratando de Chesterton e da poesia de Manuel Bandeira. Filosofa acerca da relação autor-público.
Post scriptum.

35 - S. 1., s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.

Pede confirmação de recebimento de artigo sobre M. Bandeira e mais uma nota de jornal, enviados em carta anterior. Tece considerações sobre a instituição "casamento". Avisa que recebeu poemas de Jorge de Lima, os quais critica. Informa novo endereço residencial.

36 - [Olinda] s. d. Aut., ms. , 2 p. Ass. Olívio.
OBRA

Informa novo endereço em Olinda. Coloca-se à disposição de JLR para auxílio quanto à consulta de retalhos de jornais. Afirma ter interessantes sugestões para o assunto pesquisado por JLR. Pede a JLR devolução dos artigos sobre Chesterton e Manuel Bandeira.

37 - S. 1., s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.

Comunica o envio de volume sobre Maurras. Fala de suas leituras mais recentes e critica os escritores portugueses. Comenta encontro com Rego Monteiro, elogiando o pintor. Tece comentários pessoais acerca de JLR.
Filigrana.

38 - [Recife] s. d. Aut., ms., l p. Ass. Olívio.

Faz comentários acerca de Mário de Andrade como escritor. Informa sobre a nota que publicou a respeito do livro de Pe. Anísio. Sugere, em tom de cobrança, um reencontro de amigos, no Recife. Trata de assuntos pessoais.

39 - [Recife] s. d. Aut., ms. , 2 p. Ass. Olívio.

Fala de um suposto negócio imobiliário de JLR. Critica os literatos da Rua Nova, elogiando Gilberto Freyre. Comunica ter desistido de publicar nota sobre Jackson [de Figueiredo], no Diário de Pernambuco.

40 - S. 1., s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.
OBRA

Indaga se JLR recebeu notas sobre um livro de Chesterton. Fala de artigos escritos por JLR. T'rata de assuntos pessoais e culturais.

41 - S. 1., s. d. Aut., ms., l p. Ass. Olívio.

Fala das dificuldades para terminar a biografia de Silvino Montenegro, tendo desistido do trabalho. Comenta artigo de Gilberto Freyre e desenho de M. Bandeira.
Filigrana.

42 - S. 1., s. d. Aut., ms., 3 p. Ass. Olívio.

Confessa saudades de JLR, elogiando sua amizade. Solicita a JLR que lhe traga os originais da biografia "do amigo Olívio", quando vier de visita.
Filigrana.

43 - S. 1., s. d. Aut., ms., 2 p. Rubrica.

Conta que, depois de seu novo emprego, não teve mais tempo para leituras. Pede de volta os originais da biografia de Silvino Montenegro. Pergunta se os artigos numerados de Gilberto Freyre estão com JLR. Comenta leitura recente.
Filigrana.

44 - [Floresta dos Leões] s. d. Ms., 4 p. Doc. incompleto.

Diz estar lendo Marcel Proust e outros franceses, comentando-os. Fala sobre A bagaceira, de José Américo de Almeida. Afirma ter recebido manuscrito sobre Silvino [Montenegro].
Filigrana.

45 - [Olinda] s. d. Aut., ms., 5 p. Ass. Olívio.
VIDA/ OBRA

Tece comentários acerca de sua nova vida em Olinda. Comenta artigo de JLR sobre a "Biografia", contendo elogios ao próprio Olívio Montenegro. Fala da franqueza de JLR e sobre a confiança que deposita em sua amizade.

46 - S. 1., s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.
OBRA

Tece reflexões de caráter pessoal. Trata de artigos de JLR sobre Raul Bopp e a propósito do trabalho do remetente acerca de Silvino Montenegro. Elogia poema de Gilberto Freyre.

47 - S. 1., s. d. Aut., ms., 3 p. Ass. Olívio.

Informa sobre leituras realizadas (Bossuet, Barbey, etc.). Alude ao desejo que tinha JLR de fixar-se no Recife. Diz esperar publicar trabalho sobre Silvino Montenegro.
Filigrana.

48 - Floresta dos Leões, s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.
OBRA

Diz que está remetendo parte de um texto de sua autoria. Opina acerca de artigo de JLR sobre a "Biografia".
Post scriptum.

49 - S. 1., s. d. Aut., ms., 3 p. Ass. Olívio.

Trata de assuntos pessoais diversos. Fala de dificuldades enfrentadas por Gilberto Freyre, comentando a impossibilidade de ajudá-lo.
Filigrana.

50 - S. 1., s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.

Trata de assuntos pessoais diversos. Desculpa-se pelo envio do livro de Trotsky. Diz que não foi propaganda política, pois JLR é um "integralista". O envio deve-se ao entusiasmo de JLR sobre o estilo de Trotsky.

51 - S. 1., s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.

Confessa saudades de JLR e de Gilberto Freyre. Fala do número de ARIEL com artigo de Adhemar sobre livro de Murilo Mendes. Avisa que recusará pedido de colaboração de Tristão de Athayde, para A ORDEM, por falta de tempo. Convida JLR para jantar de aniversário. Comenta livro que está escrevendo.

52 - S. .1. , a. d. Aut. , ms. , 3 p. Ass. Olívio.
OBRA

Comunica elogios de Gilberto Freyre a artigos de JLR sobre as "Teses". Comenta leituras recentes. Trata de assuntos referentes a publicações em jornais de Pernambuco e de Alagoas.
Filigrana.

53 - S. 1., s. d. Aut., ms., 4 p. Ass. Olívio.
OBRA

Elogia esforço de JLR para divulgar o pensaraento de Jackson de Figueiredo. Elogia também conduta de Gilberto Freyre e pede notícias de José Américo. Comenta escândalo provinciano e sua repercussão em jornais como O Combate e Correio da Manhã.
Filigrana.

54 - S. 1., s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.

Disserta sobre a dificil vida de colaborador de jornal, como A Província, e destaca a rígida supervisão de Gilberto Freyre. Avisa mudança de endereço. Fala sobre publicações ern periódicos.
Filigrana.

55 - S. 1., s. d. Aut., ms. , 4 p. Ass. Olívio.
VIDA

Informa ser impossível visitar JLR em Maceió. Comenta a sem-cerimônia de linguagem de certos jornais da Paraíba. Fala do conturbado momento político do País, no governo Washington Luís.
Filigrana.

56 - S. 1., s. d. Aut., ms . , 3 p. Ass. Olívio.

Faz reflexões de caráter pessoal. Comunica recebimento de poemas de Jorge de Lima, elogiando, especialmente, "Essa negra Fulô". Solicita a JLR o envio de uma nota sobre livro de José Américo.
Filigrana.

57 - S. 1., s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.

Informa recebimento de um poema de Jorge de Lima, a quem escreverá. Comenta a Arte de furtar, ressaltando a expressão clássica ao invés do brasileirismo com os exageros de Mário de Andrade. Diz ter desejo de escrever no estilo seiscentista. Pergunta sobre os estudos de História de JLR. Trata de assuntos pessoais diversos.

58 - [Recife] s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.
VIDA

Afirma ter recebido livro de Proust, enviado por JLR. Lembra as férias que passaram juntos numa praia da Paraíba. Discorre sobre as leituras de ambos. Convida JLR a visitar o Recife.

59 - S. 1., s. d. Aut., ms., l p. Ass. Olívio.

Informa contatos com Gilberto Freyre. Anuncia novo endereço. Avisa ter recebido carta de JLR, comentando a poesia de Ascenso [Ferreira].
Post scriptum.
Filigrana.

60 - S. 1., 15 jan. 1929. Aut., ms ., 3 p. Ass. Olívio,

Comenta recente visita a Maceió e a retratação de um jornal recifense que criticara o governo. Confessa perda de estimulo para ler e escrever. Elogia Dr. Oiticica, citado como modelo de caráter.

61 - S. 1., 29 jan. 1929. Aut., ms., l p. Ass. Olívio.

Informa remessa de livro. Alude à polêmica em jornal, entre Luís Silveira e Fernando de Lima. Trata de assuntos pessoais. Avisa ter publicado artigo sobre "Arte Moderna", falando da poesia de Jorge de Lima.
Post scriptum.

62 - S. 1., s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.

Esclarece que não escreve regularmente por estar empenhado na preparação de um concurso de Latim, no Ginásio. Dá noticias dos amigos. Cobra de JLR artigo para publicação em A PROVÍNCIA. Envia lembranças a Jorge de Lima.
Post scriptum.

63 - [Recife] s. d. Aut., ms., 3 p. Ass. Olívio.

Trata de assuntos pessoais. Comunica sua participação em um concurso. Informa sobre uma nota que publicou acerca da renúncia de Pedro Rosas.
Filigrana.

64 - S. 1., 28 dez. 1930. Aut., ms., 4 p. Ass. Olívio.

Comenta sua última viagem de trem. Diz que continuará reunindo notas para o estudo que pediu a JLR. Trata de assuntos pessoais diversos.
Post scriptum.

65 - [Recife] s. d. Aut., ms., l p. Ass. Olívio.

Critica a situação política e a ausência de verdadeiros líderes no País. Faz reflexão sobre problemas brasileiros. Trata de assuntos pessoais.
Filigrana.

66 - S. 1., s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.
VIDA

Diz ter recebido notícias da hospedagem de JLR no Rio de Janeiro. Avisa que Jorge de Lima e Aluízio [?] deixaram A Província. Trata de assuntos diversos.

67 - S. 1., s. d. Aut., ms., l p. Ass. Olívio.
OBRA

Parabeniza JLR por ter deixado de escrever artigos para o Jornal de Alagoas. Trata de assuntos diversos.

68 - [Recife] s. d. Aut., ms., l p. Ass. Olívio.
OBRA

Elogia a publicação de dois artigos de JLR em A Província. Trata de assuntos diversos.
Post scriptum.

69 - S. 1., s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.

Trata de assuntos pessoais diversos.
Filigrana.

70 - S, l., s, d. Aut., ms., l p. Ass. Olívio. Doc. incompleto.

Informa estar lendo um romance inglês de George Meredith. Elogia os romancistas ingleses e critica os franceses. Critica nota de Annibal [Fernandes] sobre um livro de Jorge de Lima.
Post scriptum.
Filigrana.

71 - S. 1., s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.

Tece comentários pessoais acerca da "lenda" do casamento de Gilberto Freyre. Comenta o momento politico nacional. Informa que está lendo Ulysses, de James Joyce, mencionando seu desejo de ler, futuramente, Péguy.
Post scriptum.
Filigrana.

72 - [Recife, 1931] Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.

Faz reflexões de caráter pessoal. Informa que haverá concurso de Sociologia na Escola Normal, confessando-se interessado em participar.
Post scriptum.

73 - [Recife, 1932] Aut., ms. , l p. Ass. Olívio.

Informa sua nomeação para a cadeira de Sociologia, na Escola de Aperfeiçoamento. Comunica o novo domicílio de Gilberto Freyre. Comenta o almoço oferecido por Sylvio Rabello em homenagem ao remetente.
Post scriptum.
Filigrana.

74 - S. 1., s. d. Aut., ms., 4 p. Ass. Olívio.
OBRA

Comunica envio de um manuscrito e de uma carta com a opinião de Gilberto Freyre, favorável à publicação de um livro de JLR. Trata de assuntos diversos.

75 - S. 1., s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.
OBRA

Refere-se a um romance de JLR [Menino de engenho] como licencioso. Aconselha JLR a evitar certos abusos de linguagem; revela, porém, admiração pelo romance. Avisa a JLR que Gilberto Freyre necessita dos serviços datilográficos de Waldemar Cavalcanti.

76 - S. 1. [ 1932 ] Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.
OBRA

Faz elogios à edição de Menino de engenho. Pergunta quando o livro estará à venda. Relata nota de Mário Marroquim, no Diário de Pernambuco, sobre Menino de engenho. Diz que também gostaria de escrever uma nota.
Filigrana.

77 - S. 1., s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.
VIDA/OBRA

Fala sobre o trabalho de Gilberto Freyre na preparação de um livro. Informa que Menino de engenho foi lido por Celso, que escreveria ura artigo sobre o romance. Pede a JLR que vá ao Recife, para fazer exame de saúde com Ulisses [Pernambucano].

78 - Recife, 13 jun. 1932. Aut., ms . , 3 p. Ass. Olívio.
VIDA/ OBRA

Lembra a amizade profunda que os une. Informa sobre amigos comuns, como Gilberto Freyre. Comenta aspectos da Sociologia. Relata a ótima repercussão de Menino de engenho. Reconhece o caráter memorialista do romance, afirmando: "Foi uma grande idéia a sua, de fixar, em forma de romance, as impressões da sua infância (...) É uma delícia ter-se pretexto para se voltar ao passado, retificar certas impressões, avivar outras, coordenar enfim o fio de uma vida."
Timbre: Gymnasio Pernambucano.
Filigrana.

79 - Recife, 26 jul. 1932. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.

Trata da Revolução de 1932, então em andamento.
Timbre: Gymnasio Pernambucano.
Filigrana.

80 - S. 1., s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.
OBRA

Informa ter escrito artigos sobre JLR, mas que não tenciona publicá-los. Comenta o sucesso do livro de JLR e mostra-se surpreso com o "arrependimento" demonstrado pelo amigo.

81 - S. 1., s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.
OBRA

Comenta falhas de revisão da primeira edição de Menino da engenho. Trata de assuntos pessoais. Informa que o Cel. Tenório, além de apreciar Menino de engenho, fez-lhe comentários elogiosos a pessoas estranhas que freqüentam a livraria.

82 - S. 1., s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.
VIDA/ OBRA

Alude a problemas de saúde de JLR, convidando-o a passar uns dias numa praia, em repouso. Fala do sucesso do livro de JLR [Menino de engenho].
Filigrana.

83 - S. 1., s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.
OBRA

Explica por que ainda não publicou a nota de JLR sobre a Caravana. Trata de assuntos diversos.

84 - [Recife] s. d. Aut., ms., l p. Ass. Olívio.
VIDA

Trata de assuntos ligados à saúde de JLR. Fala sobre a experiência com a roleta, os danos causados, e faz críticas a si mesmo. Comenta a importância do manifesto dos tenentes contra a Constituinte. Trata de assuntos pessoais.

85 - S. 1. [ 1932 ] Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.

Comenta viagem de navio em companhia de Gilberto Freyre, Informando sobre a publicação de livro do sociólogo. Solicita a JLR que lhe remeta artigos sobre Gilberto Freyre, publicados na Era Nova. Critica A União pela forma de publicação de um artigo seu sobre JLR.
Post scriptum.
Filigrana.

86 - S. 1., s. d. Aut., ms., l p. Ass. Olívio.
OBRA

Diz ter escrito, em seu artigo, apenas o que sentiu do livro de JLR. Manda notícias de Gilberto Freyre, comentando fotos que tiraram juntos.

87 - S. 1., s. d. Aut., ms., l p. Ass. Olívio.
OBRA

Transmite informações sobre amigos, como Gilberto Freyre. Critica estilo do manuscrito de uma obra de JLR.
Filigrana.

88 - S. 1., s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.
VIDA/ OBRA

Lamenta extravio de cartas enviadas a JLR. Lembra, saudosamente, a convivência com JLR e Gilberto Freyre, os passeios e as conversas sobre Rousseau. Pede exemplar de Doidinho.
Post scriptum (avisa recebimento de dois exemplares de Doidinho)

89 - S. 1., s. d. Aut., ms., l p. Ass. Olívio.
OBRA

Parabeniza JLR por prêmio conquistado. Anuncia que passará férias no interior de Pernambuco. Pede que JLR interceda junto a José Américo de Almeida a fim de obter a nomeação do Dr. Nelson Chaves para cargo público. Diz ter gostado da edição de Doidinho.
Filigrana.

90 - Recife, 6 maio 1933. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.
OBRA

Informa contratempos como Presidente de mesa eleitoral. Afirma expectativa positiva de Gilberto Freyre quanto ao sucesso do segundo livro de JLR.
Timbre: Gymnasio Pernambucano.
Filigrana.

91 - Recife, 22 maio 1933. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.
OBRA

Comenta Doidinho, recém-publicado. Informa que Gilberto Freyre está concluindo a obra Casa-grande e senzala.
Timbre: Gymnasio Pernambucano.
Filigrana.

92 - [Recife] s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.

Comunica provável data de publicação de Casa-grande e senzala, de Gilberto Freyre e lamenta a viagem do mesmo a Minas Gerais. Informa publicação de nota de sua autoria e que está lendo Os Corumbas, de Amando Fontes.

93 - S. 1., s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.

Tece comentários sobre antigas e novas amizades. Avisa que não apareceu o novo livro de Gilberto Freyre nem Caetés, de Graciliano Ramos. Trata de assuntos pessoais.
Filigrana.

94 - S. 1., s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olivio.

Informa ter recebido visita de Gastão Cruls. Anuncia mudança de endereço. Pergunta sobre novo livro de JLR e pede informações sobre Luís Jardim, a quem elogia.
Filigrana.

95 - S. 1., s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.
VIDA

Pergunta acerca da participação de JLR em um partido católico e na "L'Action", em Maceió. Admite dificuldade de ler um complexo livro de Gilberto Freyre. Afirma estar escrevendo um romance.
Filigrana.

96 - [Recife] s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.
OBRA

Fala sobre uma carta na qual Gilberto Freyre se dizia trabalhando no Guia prático, histórico e sentimental da cidade do Recife, antes de continuar seu segundo livro. Comenta a popularidade de JLR, "o autor mais lido do Brasil", referindo-se à exploração editorial.

97 S. l., s. d. Aut., ms., l p. Ass. Olívio.
VIDA/ OBRA

Parabeniza JLR por bom negócio com editor [José Olympio]. Comenta Bangüê, romance "em muita parte superior aos dois primeiros". Lamenta que JLR não lhe tenha feito visita antes do embarque para o Rio de Janeiro. Avisa que emprestará manuscrito de Bangüê a Gilberto Freyre.
Post scriptum.

98 - S. 1. [ 1934 ] Aut., ms., 4 p. Ass. Olívio.
OBRA

Trata de assuntos diversos. Registra sua curiosidade por Bangüê, que teria um capitulo publicado no Momento. Fala da falta de ânimo para continuar seu romance.

99 - S. 1., s. d. Aut., ms., 4 p. Ass. Olívio.

Discorre sobre a animação em torno de um Congresso e da transferência do Diário [de Pernambuco] para Assis [Chateaubriand], sendo Gilberto Freyre um dos diretores e Annibal [Fernandes] redator-chefe. Comunica leitura do novo livro de Annibal [Fernandes] , elogiando-o.

100 - S. 1., s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio,

Trata de assuntos pessoais. Fala da situação política no Nordeste. Diz que talvez não participe do Congresso Afro-Brasileiro, por problemas de saúde.
Post scriptum.

101 - S. 1., s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.

Avisa futuro envio de artigo seu sobre Anjo, de Jorge de Lima. Anuncia proposta da "Casa Editora" a Gilberto Freyre. Trata de assuntos pessoais.
Filigrana.

102 - S. 1., s. d. Aut., dat. com post scriptum manuscrito, l p. Ass. Olívio.

Comenta a guerra ideológica entre capitalismo e comunismo. Critica obra de Stalin. Faz referências a colunistas do Diário de Pernambuco: Rubem Braga e Valdemar [Cavalcanti].
Post scriptum.

103 - S. 1., s. d. Aut., dat., 2 p. Ass. Olívio.

Queixa-se do afastamento dos amigos, inclusive Gilberto Freyre. Alude a boatos sobre iminente revolução no Brasil.

104 - S. 1., s. d. Aut., dat., l p. Ass. Olívio.
OBRA

Informa sobre prémio conquistado por Luís Jardim. Fala de seu projeto de um livro de ensaios e de sua desistência de escrever um romance. Fala de artigo sobre São Bernardo. Anuncia que vai reler Doidinho. Comenta elogiosamente o estilo de JLR.

105 - S. 1., s. d. Aut., dat., 2 p. Ass. Olivio.

Lamenta dificuldade para escrever obra em conseqüência da precariedade de pesquisa em bibliotecas públicas. Critica Padre Mathias. Faz comentários sobre regimes políticos e fala de rumores acerca de uma revolução comunista no Brasil.

106 - S. 1., s. d. Aut., dat., l p. Ass. Olivio. Doc. incompleto.

Critica julgamentos feitos a seu respeito.

107 - S. 1., s. d. Aut., dat., l p. Ass. Olivio.

Comenta carta de Gilberto Freyre, solicitando-lhe artigos para a Revista do Brasil, anteriormente remetidos a Octávio Tarquinio. Elogia os recantos e os parques da Paraíba e fala da inexistência de livrarias.

108 - [Recife] s. d. Aut., dat., 2 p. Ass. Olivio.

Fala de sua vontade de passar férias na Paraíba, aproveitando para escrever sobre o romance brasileiro. Trata de assuntos diversos.
Filigrana.

109 - [Recife] s. d. Aut., dat.com post scriptum manuscrito, l p. Ass. Olivio.
OBRA

Discorre acerca da falta de entusiasmo mencionada por JLR, elogiando a animação dramática de seus romances. Fala de suas leituras. Informa o início de seu trabalho sobre o "Romance no Brasil"
Post scriptum.

110 - S. 1. [ 1935 ] Aut., dat., l p. Ass. Olivio.
VIDA

Comenta carta de José Américo de Almeida, na qual o mesmo lamenta a impossibilidade de visitar JLR em Maceió. Fala do lançamento de livros de José Américo de Almeida e da futura ida de JLR ao Rio de Janeiro. Elogia o "manifesto de espírito socialista", redigido por Gilberto Freyre, contra a Lei de Segurança.

111 - S. 1., s. d. Dat. com post scriptum manuscrito, 2 p. Doc. incompleto.

Anuncia o dia de sua partida para Maceió. Critica a Fundação Graça Aranha. Fala de suas leituras, entre elas a critica de Agripino Grieco sobre São Bernardo. Trata de assuntos diversos.
Post scriptum.

112 - S. 1., s. d. Aut., ms . , l p. Ass. Olívio.
VIDA

Comunica ter lido, por recomendação de JLR, o livro de memórias de Isadora Duncam, considerando-o erótico demais. Pergunta como foi a viagem de JLR.

113 - S. 1., s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.
OBRA

Fala de suas publicações e das de Gilberto Freyre. Queixa-se de críticos tendenciosos que interpretaram erradamente seus artigos sobre os romances de JLR.
Filigrana.

114 - S. l.[ 1935 ] Aut., dat., 4 p. Ass. Olívio.
OBRA

Comenta criticamente O moleque Ricardo. Informa exigências de Gilberto Freyre para aceitar o cargo de professor numa universidade. Lamenta impossibilidade de visitar JLR, devido a problemas financeiros.
Filigrana.

115 - S. l., s. d. Aut., dat., l p. Ass. Olívio.
VIDA

Manifesta desejo de ler novo ronance de JLR. Informa sobre a saúde de Gilberto Freyre. Comenta mudança de JLR para o Rio de Janeiro. Critica a mediocridade intelectual de seus alunos.

116 - S. l., s. d. Aut., dat. com post scriptum manuscrito, 2 p. Ass. Olívio.
VIDA/ OBRA

Manifesta desejo de ler recente entrevista de JLR. Comenta o início da carreira de escritor de JLR e as influências literárias comuns a ambos. Refere-se à transferência de JLR para Belo Horizonte. Informa sobre conflitos armados envolvendo os integralistas em Pernambuco, com a presença de Plínio Salgado.
Post scriptum.
Filigrana.

117 - S. 1., s. d. Aut., dat., 2 p. Ass. Olívio.

Informa ter publicado artigo sobre Marafa, de Marques Rebelo. Comunica a lacuna deixada por Gilberto Freyre, então ausente dos meios acadêmicos do Recife. Critica a intervenção do General Chefe da Região Militar em assuntos da administração civil, através de medidas assistencialistas dirigidas às populações carentes. Manifesta expectativa pela chegada do carnaval.
Filigrana.

118 - Poços de Caldas, s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.

Trata de assuntos pessoais. Comenta leitura recente.
Timbre: Grande Hotel.

119 - Poços de Caldas, s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.

Diz que irá ao Rio de Janeiro e, em seguida, ao Recife, tendo em vista as eleições. Comenta os ataques do Padre Almeida contra seu irmão José Américo de Almeida. Fala do incentivo recebido de JLR para prosseguimento de seu romance.
Timbre: Grande Hotel

120 - S. l.[ 1936 ] Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.
OBRA

Critica Usina, lido recentemente. Refere-se a artigo que escreveu sobre Manuel Bandeira.
Post scriptum.
Filigrana.

121 - S. 1., s. d. Aut., ms., l p. Ass. Olívio.

Critica Jorge de Lima, que publicou opiniões acerca da obra de Manuel Bandeira. Pede que JLR envie as cartas para o Ginásio Pernambucano.

122 - Olinda, s. d. Aut., dat., l p. Ass. Olívio.
OBRA

Agradece convite de JLR para escrever em editora. Opõe-se à critica de Marques Rebelo às Histórias da velha Totônia, como também à de Mário Mello dirigida contra um livro de Gilberto Freyre. Informa recente mudança para Olinda, dizendo esperar visita de JLR, com Manuel Bandeira.

123 - S. 1., s. d. Aut., dat., l p. Ass. Olívio.

Comunica mudança de Gilberto Freyre para o Rio de Janeiro. Informa envio de nota sobre um romance de JLR.
Filigrana.

124 - S. 1. [1937] Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.

Relata visita à Paraiba, onde proferiu conferência sobre José Américo de Almeida, então em campanha para Presidente da República. Refere-se a contatos com políticos locais e fala dos rumores sobre um possível golpe de estado levado a efeito por Getúlio Vargas.

125 - S. 1., s. d. Aut., dat., 2 p. Ass. Olívio.

Comunica ter recebido a obra Poemas, de Adalgisa Nery. Diz estar vivendo uma fase depressiva. Esclarece por que não escreveu a respeito de Lúcio Cardoso e Octávio de Faria. Manda recado para José Olympio, referente a material em vias de publicação.

126 - S. 1., s. d. Aut.—dat., 2 p. Ass. Olívio.

Informa adiamento de visita que faria, com Gilberto Freyre e Cícero Dias, a JLR. Comunica ter-se afastado da vida religiosa. Avisa ter recebido livro enviado por JLR.
Filigrana.

127 - S. 1., s. d. Ms., l p. Doc. incompleto.
VIDA/ OBRA

Fala sobre sua amizade com JLR e com Gilberto Freyre, tecendo comentários acerca da literatura de ambos. Refere-se a Riacho Doce.

128 - S. 1., s. d. Aut., ms., l p. Ass. Olívio.

Comenta releitura de autores conhecidos, por não poder comprar livros novos. Avisa recebimento de carta de Gilberto Freyre com outra para JLR. Pede um texto de JLR.

129 - [Recife] 18 fev. 1940 (sic). Aut., dat., l p. Ass. Olívio
VIDA/ OBRA

Trata de assuntos pessoais, referindo-se a uma "má fase". Parabeniza JLR pelos discursos na excursão ao Prata, tendo lembranças "dos tempos da campanha civilista". Solicita obras de Araripe Júnior.

130 - S. 1., s. d. Aut., ms., 2 p. Ass. Olívio.
OBRA

Diz que Gilberto Freyre elogiou o artigo de JLR sobre José Américo de Almeida. Trata de assuntos diversos, inclusive de sua leitura da Imitação de Cristo.
Filigrana

131 - [Recife, 1942] Aut., dat., l p. Ass. Olívio.
OBRA

Critica-se, comentando trecho do artigo de JLR sobre o livro do embaixador Rio Branco. Mostra-se insatisfeito com a revista Diretrizes, apontando os motivos. Manda notícias de Gilberto Freyre.

132 - S. 1. [1945] Aut., ms., 3 p. Ass. Olívio.

Comunica o falecimento do velho Heráclito e estado de saúde de Lucíola. Agradece o envio de retrato de JLR. Reclama da falta de notícias de José Américo de Almeida, que estaria escrevendo um livro de memórias.
Filigrana.

É vedada a reprodução total ou parcial deste catálogo sem autorização da coordenadora do "Ateliê de José Lins do Rego".

LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998

Clique para solicitar autorização

Epígrafe e Agradecimentos - Textos introdutórios - Outros catálogos

HOME
Mapa do site