Artigos
Contos
Estudos e comentários
Opiniões
Pesquisa
Poemas
HOME

ESPAÇO dos AMIGOS

José-Augusto de Carvalho

ALEXANDRA DUMAS

ARRIETE VILELA

CRISTINA ANTUNES

CUNHA DE LEIRADELLA

ELISA NAZARIAN

INGRID BUENO PERUCHI

Veja mais JOSÉ-AUGUSTO DE CARVALHO

JOSÉ CARLOS SANT'ANNA

MARIA ESTELA GUEDES

MARIA LÚCIA VICTOR

POLÍBIO ALVES

REGINA ANTUNES MEYERFELD

ROBERTO DE OLIVEIRA BRANDÃO

À beira-mágoa...


José-Augusto de Carvalho


Eu soube de um país à beira-mar,
à beira-pesadelo, à beira-pranto...
De insónias e tristezas no cantar,
do sonho, que a tardar, doía tanto!

Eu soube de um país que teve um cais
e um barco que largou ao mundo além...
Que foi e que voltou por entre os ais
e sempre desse além ficou refém...

Eu soube de um país à beira-fado,
guitarra dedilhando a decadência...
Amante, entre grinaldas, mal-amado,
cativo de masmorras e de ausência...

Eu soube de um país que se rendeu,
num dia de novembro, e se perdeu...

25 de novembro de 2004
Viana do Alentejo - Évora - Portugal

 

 


Foto (fundo e detalhe)

Geraldo Profeta Lima

Animação: Evandro Caire Mettrau

© Copyright by José-Augusto de Carvalho, 2004

Midi: Canção do mar (Ferrer Trindade)

No curso de um breve movimento cultural em defesa do sítio histórico rua Gabriel Malagrida - conhecido como Beco da Faculdade - (João Pessoa - PB - Brasil), dois participantes e amigos mandaram-me textos sobre o Padre Gabriel Malagrida, cuja atuação, no Brasil, foi de grande importância - Elizabeth Hazin - Evandro da Nóbrega
Artigos
Contos
Estudos e comentários
Opiniões
Pesquisa
Poemas
HOME