Lúcio Lins
 
Intervalo das águas


não parto
cedo-me a âncora
feliz do mergulho

meu barco
deu-se
aos intervalos das águas
e hoje
eu nunca mais navegarei

hoje
me dirão
nos arrecifes
pelas espumas
das pedras
nesse mar
louco de pedras

meu barco
deu-se
à ferrugem dos calados
e hoje
eu nunca mais navegarei

não parto
dou-me ao mar
 

LÚCIO LINS. Perdidos astrolábios. João Pessoa: Ed. Universitária/UFPB, 2002.

© Copyright by Lúcio Lins, 2002

Fundo: Renoir (editado para esta página)

Midi: Canção do mar (Ferrer Trindade)

VOLTAR

Webmaster: Sônia van Dijck